‘OUÇA AQUELA CANÇÃO’: SOBRE AS DUALIDADES DO AMOR

Dos poetas aos estudiosos da mente humana, todos dizem: o amor é um sentimento contraditório. É passar por altos e baixos a todo instante e, quando um relacionamento acaba, é tentar esquecer, mas continuar revivendo as memórias; é tentar superar, mas querer estar junto. Toda essa dualidade após o término é traduzida no novo single do cantor e compositor Igor Silveira, “Ouça aquela canção”. Lançada em 26/11, a música traz um dos lados difíceis do amor: a dificuldade de lidar com o processo de desapego.

“É sobre o constrangimento de estar sozinho após um longo período junto com alguém; alguém que se faz presente em cada detalhe do cotidiano e que a memória faz questão de manter vivo. A música narra uma crise, um ponto de vista egoísta e contraditório sobre querer estar sozinho, mas ainda estar conectado àquela pessoa”, explica o artista.

Esta ideia sobre o amor também estará representada no videoclipe de “Ouça aquela canção” – ainda a ser lançado – de uma maneira irônica, cômica e dramática: Igor performa a música enquanto está em uma banheira cheia de doces. “Essa ironia está no fato da gente estar fazendo um mal para a gente dentro do ambiente onde deveria estar fazendo bem. É essa vontade de tentar suprir um vazio emocional com algo que é um prazer físico, que seria o prazer da comida.”

Composição em parceria

O novo single do cantor faz parte do seu primeiro álbum de estúdio, que será lançado em 2022. A canção foi feita em parceria com seu amigo e também compositor, Pedro Soares (DOM PEDRO), após ambos demonstrarem interesse em trabalhar juntos com criação musical. A colaboração foi concretizada no início da pandemia, quando começaram a escrever a música à distância.

“Eu escrevia a letra dos versos e mandava para o Pedro em áudios, que me respondia com mais uma ideia e eu escrevia o refrão. E, assim, vários áudios voaram para dentro e fora dos nossos celulares num processo de brainstorming e de estruturação das ideias, até concluirmos o que viria a ser a música, de fato”, conta Igor.

Inspiração nos anos 2000

Para a tristeza dos millennials, o final da década de 1990 e início dos anos 2000 já virou vintage e tem sido revisitado constantemente pela cultura pop. Não apenas a sonoridade musical, mas o clipe de “Ouça aquela canção” trará referências à estética deste período, mas, principalmente, por ter grande influência no trabalho de Igor Silveira como compositor e produtor.

“A música pop dos anos 2000 tem sido, sem dúvida, minha maior influência de composição nos últimos tempos. Não propositalmente, pela volta da estética ao mainstream, mas porque, de fato, é essa a música que foi a trilha sonora da minha infância”, explica o cantor.

A música brasileira também está entre as principais referências musicais de Igor. “Na hora de pensar a produção de ‘Ouça aquela canção’, busquei muita referência no som da música brasileira dos artistas pop da cena atual, que eu acho que têm feito os melhores trabalhos do país hoje em dia, como, por exemplo, Duda Beat, Gilsons, Lagum e Jovem Dionísio. São artistas que mesclam uma estética eletrônica atual com o indie que vem do estrangeiro, sem perder os traços característicos da MPB.”

Desafio de composição no Instagram

Desde o final de 2020, Igor Silveira mantém um projeto de desafio que reúne composição e parceria com seus seguidores no Instagram (@igrsilveira). Semanalmente, o artista pede sugestões de gêneros musicais e palavras para escrever canções. Ao final, elas são publicadas nas redes sociais do cantor. “Foi uma forma que eu encontrei de me conectar com as pessoas que gostam do meu trabalho, e também de ter uma troca artística. É algo que tem me influenciado e tem, de certa forma, me impulsionado a criar.”

Como compositor, Igor vê no desafio um incentivo a escrever e trabalhar com os mais variados gêneros, que vão desde samba, folk, indie, funk, ou mesmo “popzinho axé Duda Beat”, uma das sugestões favoritas que já recebeu. “O que muitos artistas fazem é se deixar guiar pelo momento de inspiração, quando vem uma ideia. Criar uma rotina de trabalho para poder me conectar com minha audiência faz com que eu tenha um compromisso artístico com esse ofício de composição. Eu sinto que, cada vez mais, eu tenho me tornado um compositor melhor, algo que antes eu não conseguia me identificar.”

Sobre o artista

Igor Silveira é cantor, produtor e compositor de Santos Dumont, Zona da Mata Mineira. Seu primeiro EP, “Sozin”, foi lançado em 2019. Desde então, o artista já produziu diversos singles e, atualmente, trabalha em seu primeiro álbum de estúdio, cujo lançamento está previsto para ocorrer em 2022.

“Ouça aquela canção” já está disponível nas principais plataformas de música e no canal no YouTube do cantor Igor Silveira.


Leticya Bernadete é graduada em Jornalismo pela UFJF, já atuou na Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Juiz de Fora e foi repórter da Tribuna de Minas. Atualmente, cursa Mestrado em Comunicação pelo Ppgcom-UFJF. É baterista do girl-power-trio Inoutside.


Deixe uma resposta