Num passo de passos passados

o tempo passa
como o vento
incessante
então cante
angústia 
pelos dias parados
a falta do abraço não dado
em tempos de distanciamento
aproximem-se para o recado
tão logo tudo isso passe
e o coração ainda pulse
como o vento
tudo isso terá passado
tudo isso será passado

Cleverson Borges é bacharel em Direito e dedica parte do tempo livre na produção de poesias. Acredita que sua paixão pelas palavras pode servir de inspiração e conforto àqueles que se dispuserem a se deliciar na leitura. Conheça mais do trabalho do autor no Instagram


Deixe uma resposta