Culture-Se JF: um olhar cultural de forma digital

O que tem para se fazer em Juiz de Fora? Foi a partir dessa pergunta, que a jornalista Vaninha Black convidou suas amigas a refletirem um pouco sobre a posição cultural da cidade. E, assim criar um projeto voltado para artistas locais e amantes da Princesinha de Minas. 

Diante da dificuldade de enxergar Juiz de Fora, como um pólo cultural, e retirar a marca do tédio juizforano, as jornalistas Vaninha Black, Ana Carolina Silva e a estudante Bianca Ramos, pretendem mostrar na visão do jornalismo cultural, que todo espaço transmite cultura. 

Quer saber mais sobre o Culture-se JF? Confira abaixo a história do projeto que recentemente completou um ano.

Se pudéssemos transmitir em palavras o sentimento que carregamos desde o início, talvez a inquietação e a vontade de fazer diferente sejam as melhores características do Culture-se JF.  Além da valorização do passado, é necessário se fazer presente. E foi a partir desse pressuposto, que nosso projeto digital, mostra que a cultura e o jornalismo devem caminhar juntos. 

Presente no Instagram e no Facebook enxergamos não somente as redes sociais como objeto de reprodução, mas como potência jornalística de criação de conteúdo. Estar nesse meio é algo novo para a equipe e descobrir esse formato tem sido um bonito desafio. 

Em agosto, completamos um ano de atividade, e neste período descobrimos e REdescobrimos uma cidade de muita riqueza histórico-cultural. Um dos nossos grandes objetivos é passar a informação de forma simples ao público. A Cidade universitária é marcada por projetos gratuitos e espaços importantes para a história do Brasil. O nosso maior desafio têm sido mostrar que a cultura está presente em todas as classes sociais e independe do valor de entrada. Conversar com o público e ressaltar que não precisa ser caro para ser cultural é uma das maiores missões do projeto. 

Durante nossa caminhada, aprendemos e reforçamos o pensamento de que ninguém sabe tudo, sempre compartilhando informações básicas, mas valiosas sobre personalidades, espaços, lugares e eventos. 

Por último, mas não menos importante: acreditamos que todas as manifestações culturais têm grande valor. Hoje, temos a certeza que a cidade de Juiz de Fora é um local precioso e que há sim muitas coisas com  variados preços e gostos para se fazer.  Estamos buscando cada vez mais valorizar, compartilhar e informar quem acessa o nosso conteúdo. Convidamos você a conhecer o Culture-se JF!  Hoje nos apresentamos como um prestador de serviço à cidade. Um projeto que chegou para desmistificar que jornalismo não faz cultura, e mais ainda, que não há nada para se fazer em Juiz de Fora. Vem redescobrir a cidade com a gente!


O Culture-se JF é feito por Ana Carolina Silva, Bianca Ramos e Vaninha Black. Com as colaboração de Jaks Soares e Sérgio Vepaziano.



Galeria: artistas pra seguir na quarentena

Apoie pautas identitárias. Em tempos de cólera, amar é um ato revolucionário.

Deixe uma resposta