MERDA! Cenas antes do terceiro sinal – Exposição

Artista: Brenda Marques

Texto: Frederico Lopes

Enfim, o momento esperado chegou. Retoques finais na maquiagem. Preparação da voz. Do corpo. Da alma. Rodas cantadas aos pulos e giros. Cirandas, rezas, orações, preces, mantras e rituais. O nervosismo evidencia a intensidade deste momento. Único. A explosão mágica dos corpos prestes a entrar no palco, encanta ante a pureza da verdade da representação. É assim no teatro.

Por detrás das cortinas, instantes antes do espetáculo, notamos que o teatro é bem mais do que a interpretação de uma história ensaiada exaustivamente para um público pagante. Percebemos o extraordinário grau de tensão que precede o encantamento, e assim, encantamo-nos também. Diante da área vedada ao público, situamo-nos como observadores impressionados com a complexidade que antecede a apresentação. Improvisos de produção, os últimos acertos de figurino, revisão de textos, personagens entrando e saindo dos corpos dos atores e o maravilhoso exercício final de um processo que conecta todos os membros da equipe a um único corpo. É possível entender o quanto se esforçaram ao longo dos ensaios para, agora, prestes a mostrar o seu trabalho, celebrarem juntos. Mais do que Companhia de Teatro, ou bons amigos, tornaram-se, neste instante, cúmplices de uma experiência transformadora.

Retratando como fotógrafa de cena ao menos 60 espetáculos por mais de um ano e meio, Brenda Marques observou diversos momentos mágicos que preexistiram as estreias. Entre o cruzamento da diversidade de rituais e confluência de energias de distintas companhias de Teatro, um grito rompante em conjunto com a boca cheia, une todos que dedicam sua existência a representar a vida de uma das maneiras mais sublimes, fazendo assim a vida valer de fato a pena. Um bom espetáculo a todos: MERDA!



Brenda Marques é fotógrafa desde 2012, já tendo fotografado “de um tudo”. No currículo de suas lentes, oito exposições, mais de cem espetáculos teatrais, três edições do Miss Brasil Gay, entre tantas outras experiências incríveis. Quando não está com a câmera na mão, está dançando tribal, cozinhando delícias veganas ou explorando o mundo em duas rodas – sempre buscando conhecer histórias e registrar relações e manifestações humanas.

Frederico Lopes é Artista, educador, encadernador e escritor. Trabalha no Memorial da República Presidente Itamar Franco, Museu de Arte Murilo Mendes e é fundador da Bodoque Artes e ofícios e da Revista Trama.


Galeria: artistas pra seguir na quarentena

Apoie artistas nessa quarentena. Em tempos de cólera, amar é um ato revolucionário.


Versão Impressa – Edição Conceito

Exemplar impresso da edição conceito da Trama, contendo os 10 textos mais lidos até sua diagramação. Autores selecionados: Ricardo Cristófaro, Dane de Jade, Enrique Coimbra, Gyovana Machado, Frederico Lopes, Caroline Stabenow, Gabriel Garcia, Marcus Cardoso, Kariston França, Paola Frizeiro, Luisa Biondo.

R$35,00


Clique na imagem para acessar a loja virtual da Bodoque!

Deixe uma resposta