Vanitas Vanitatum

O capeta entediado nos quintos dos infernos
Articulava métodos para angariar mais devotos
Dedilhava pausadamente no crânio de uma caveira
Sorria malicioso ouvindo a música de um simpatizante
Músico britânico talentoso de rara longevidade
Sabia o motivo deste fato incomum
Lembrou-se de outro acordo vantajoso
Também na Europa, algo famoso entre os carnais
Usou do megafone e gritou pelo servo mais bonito
Dorian Gray veio ao senhor sem delongas
Ouviu a inquietação do amo concentrado
Sugeriu que recorresse à ferramenta antiga e eficaz
- Meu pecado predileto!
Sua entonação fez lembrar Al Pacino
Explodiram gargalhadas diabólicas


O cidadão de bem suava carregando peso
Usava a camisa com a bandeira nacional
Mobilizara amigos, família e seu núcleo religioso
Uma alminha autenticamente cristã
As cestas básicas avolumavam no ambiente
Conversava satisfeito com os colegas de empreitada
Pregava penas mais severas contra vagabundos
Enaltecia seus méritos e vida dura de trabalho
Registrou em fotos as toneladas de alimentos
Postava nas redes sociais freneticamente
Acompanhando cada imagem de um frase motivacional de Einstein
Ganhou popularidade em centenas
De emojis positivos e frases entusiásticas de apoio
A cereja do bolo foi durante a distribuição
Selfies, sorrisos, piadinhas, tapinhas nas costas
Orgasmos múltiplos contínuos
Adorava aqueles pretos pobres de estimação


O guru falava numa teatralidade perfeita
Usava de expressões menos comuns do rebanho
Às vezes esbugalhava os olhos em lances especiais
A plateia delirava encantada e absorta
A entidade veneranda discorria fluentemente
Sobre qualquer assunto, da sexualidade à física quântica
Exibia seus dotes de oratória refinada
Nos palcos e salões luxuosos por todo o país
Entrara na moda das lives para manter público cativo
Comercializava também cursos para as massas sedentas
Tudo para manter obras de caridade
Nenhuma promoção pessoal em tal prática
No clímax daquela brilhante apresentação
Enunciou posições políticas de pura moral
Irromperam aplausos estridentes
Orgasmos múltiplos contínuos
Adorava o devotamento dos milhares de fãs


As batidas da música eletrônica ditavam o ritmo
Puxava ferros defronte ao espelho gigante
O suor escorria abundante das curvas torneadas
Ele media cuidadosamente a circunferência do bíceps
Comparava o ganho de diâmetro da semana anterior
Foi ao vestiário tomar mais uma pílula bombástica
Ela apertava os glúteos para sentir a firmeza
Tateava o abdome em busca de gordurinhas sobrantes
Faria nova cirurgia para aumentar o volume de silicone nas tetas
O casal modelo caprichava nas poses e apelos
Tornadas públicas (filtradas) no Instagrão
Já os abraços em cachorrinhos e joinhas com golfinhos
Reservavam ao açougue Tinder LTDA
Passavam horas contemplando-se na galeria do celular
Notando cada ângulo de beleza milimetricamente construída
Orgasmos múltiplos contínuos
Adoravam reviver o mito de Narciso

Gabriel Garcia é poeta. Atua como professor de Física nas horas vagas.


Galeria: artistas pra seguir na quarentena

Apoie artistas nessa quarentena. Em tempos de cólera, amar é um ato revolucionário.


Versão Impressa – Edição Conceito

Exemplar impresso da edição conceito da Trama, contendo os 10 textos mais lidos até sua diagramação. Autores selecionados: Ricardo Cristófaro, Dane de Jade, Enrique Coimbra, Gyovana Machado, Frederico Lopes, Caroline Stabenow, Gabriel Garcia, Marcus Cardoso, Kariston França, Paola Frizeiro, Luisa Biondo.

R$35,00


Clique na imagem para acessar a loja!

Deixe uma resposta