2020 planos frustrados

O ano começou e estávamos todos felizes (a maioria de nós, pelo menos). Com planos, expectativas, vontades, sonhos. Alguns com casamentos marcados, outros esperando o momento certo para aumentar a família. Jovens ansiosos com a faculdade, outros nem tão jovens recomeçando a vida após tanto tempo. E tudo parecia bem, mas precisávamos esperar o carnaval passar, para de fato, iniciar tudo aquilo que planejamos. 

Então o carnaval passou e tudo começou a desmoronar, em forma de números. Em um dia eram 10. Na semana seguinte, 200. No final da semana, 800. E começamos a ficar em casa. Paramos de ver as pessoas. Os eventos começaram a ser cancelados. Os encontros também. Pensávamos que seria rápido. “Está tudo bem”, e assim continuamos com a rotina, como podíamos. Mas o tempo foi passando. Os números aumentando, e tornando-se nomes. 

A angústia, a ansiedade, a agonia, o medo, começaram a nos assombrar. Alguns ainda tentam manter a rotina, outros fazem como podem. Mas, de alguma forma, não estamos bem. Casamentos foram remarcados. Os planos de aumentar a família tiveram que ser adiados. Avós e avôs estão isolados em casa, alguns completamente sozinhos. Crianças pequenas não entendem o que está acontecendo e sentem-se abandonadas (sim, meu sobrinho e é de partir o coração!). 

Comecei 2020 planejando recomeçar a vida, mudar de carreira e seguir um caminho completamente diferente. Mas este isolamento social e toda esta perturbação psicológica na qual me encontro me fez repensar, meus amigos, e cá estou, abandonando mais uma graduação (sim, mais uma – abandonei o curso de moda em algum momento da vida), atualizando o portfólio, e procurando emprego em pleno caos no qual nos encontramos (vou encontrar? Provavelmente não, mas procurarei mesmo assim!). 

Ao comentar que estava largando o curso, uma amiga me indagou que, “quando tudo voltasse ao normal, eu poderia voltar”. E eu fiquei pensando, o que seria normal? Nunca mais teremos o normal que tivemos um dia. Porque, acredito que, como eu, você também é uma pessoa completamente diferente agora. Que aprendeu a valorizar os amigos, o contado humano, os abraços. Que aprendeu a dizer que está com saudade (eu sempre tive dificuldade de dizer, mas aprendi, portanto, se eu disse a você ultimamente que estou com saudade, sinta-se privilegiado!). 

E assim como inúmeros planos para 2020 foram frustrados, muitos estão fazendo listas para realizar quando tudo isso acabar, a questão é que não sabemos quando acabará. Aqui em Pernambuco, o espetáculo da Paixão de Cristo, em Nova Jerusalém, foi adiado para Setembro, e o São João, foi cancelado. Mas seguimos esperando, nos frustrando e sonhando com o novo normal que está por vir.


Karina Mendonça é uma jornalista frustrada, designer cansada e estudante de letras motivada. Desistiu de tentar mudar o mundo e resolveu focar em salvar a próxima geração. 


Galeria: artistas pra seguir na quarentena

Apoie os artistas nessa quarentena. Em tempos de cólera, amar é um ato revolucionário.


Versão Impressa – Edição Conceito

Exemplar impresso da edição conceito da Trama, contendo os 10 textos mais lidos até sua diagramação. Autores selecionados: Ricardo Cristófaro, Dane de Jade, Enrique Coimbra, Gyovana Machado, Frederico Lopes, Caroline Stabenow, Gabriel Garcia, Marcus Cardoso, Kariston França, Paola Frizeiro, Luisa Biondo.

R$35,00


Clique na imagem para acessar a loja virtual da Bodoque!

Deixe uma resposta