Mudanças, coloridas ou não

Provavelmente você já fez alguma mudança na vida. Geográfica ou psicologicamente falando, mudanças sempre mexem com a gente, porque, querendo ou não envolvem muitas coisas (mesmo!). Mudar de casa significa desapegar-se de algumas coisas (às vezes muitas), remexer caixas guardadas, reavaliar o que (realmente) ainda tem utilidade e, principalmente, encontrar lembranças guardadas lá no fundo da memória.

Por mais que seja uma decisão, a primeira reação é sempre um choque. Afinal, é uma vida inteira que ficará para trás. Então a casa começa a ficar vazia, aos poucos. Cada móvel que sai, leva consigo uma lembrança, uma lágrima, uma história. Ao arrumar as caixas, as memórias parecem descer como uma avalanche, e é impossível não parar um pouco para apreciá-las e senti-las, quem sabe, uma última vez.

Então tem a casa nova, e com ela um misto de expectativa e medo e a única certeza de que tudo será diferente dali pra frente. Algumas coisas serão boas (como o valor do Uber, por exemplo, eis a vantagem de morar no centro da cidade), mas o desconhecido é como uma nuvem escura acompanhada de um frio na barriga. A grande questão é que, algumas (poucas) vezes, esta nuvem vem seguida de um belíssimo arco-íris. 

Para finalizar, nunca teremos como saber, antecipadamente, se as mudanças serão boas ou não. Só o tempo (sempre ele!), poderá nos responder. O que nos cabe é chorar um pouco aqui (ou nem tão pouco assim), e fazer como o Caio Fernando Abreu disse certa vez, fingir que tudo está bem, até que, de fato, esteja. Porque, afinal, as mudanças sempre surgem, sejam geográfica ou psicologicamente falando, e nós nunca estamos preparados para elas. 


Karina Mendonça é uma jornalista frustrada, designer cansada e estudante de letras motivada. Desistiu de tentar mudar o mundo e resolveu focar em salvar a próxima geração. 


Versão Impressa – Edição Conceito

Exemplar impresso da edição conceito da Trama, contendo os 10 textos mais lidos até sua diagramação. Autores selecionados: Ricardo Cristófaro, Dane de Jade, Enrique Coimbra, Gyovana Machado, Frederico Lopes, Caroline Stabenow, Gabriel Garcia, Marcus Cardoso, Kariston França, Paola Frizeiro, Luisa Biondo.

R$35,00


Clique na imagem para acessar a loja virtual da Bodoque!


Galeria

Apoie manifestações artísticas de rua. Em tempos de cólera, amar é um ato revolucionário.

Deixe uma resposta