Quem é Você na Internet?

Em meio a tantos stories e fotos no aplicativo do momento, o Instagram, você já se perguntou: “quem é você na internet?”. Parece estranho uma influenciadora digital – ops, criadora de conteúdos e afinidades, que é como prefiro ser “rotulada” – falando sobre isso, né? Então vamos lá!

Lá na minha época de fotolog, orkut, etc, a moda era usar um programinha no computador que editávamos nossas fotos, além do bom e velho Photoshop, mas que exige um pouco mais de habilidade. Hoje em dia, as fotos podem ser manipuladas em poucos minutos, através de aplicativos no celular. E começamos por aí: será que as pessoas são realmente aquilo que vemos nas redes sociais? Falando, primeiramente, em questão de estética, que muitas das vezes é a primeira coisa que nos chama atenção. Eu vejo muitas meninas e até mesmo ​digital influencers distorcendo a realidade de seus corpos e rostos, ou seja, que tipo de influência querem ser? – Falou a que recentemente fez uma cirurgia plástica? Sim, falou uma pessoa vaidosa, e não a Gretchen.

E sobre o conteúdo? Pra mim, é o fator mais importante, por isso, eu e minha sócia, gostamos de ser chamadas de criadoras de conteúdos e afinidades. Primeiro, porque transformamos nossa realidade em conteúdo, tentando compartilhar nossas experiências profissionais e pessoais da forma mais real possível. E afinidades, porque acreditamos que mostrando nossa vida real, criamos afinidade com nosso público. Nós não somos meninas com corpos perfeitos, somos donas de casa e dos nossos rolês. Trabalhamos muito e, ao mesmo tempo, cuidamos da nossa vida social e tarefas de casa – sim, elas existem. E voltando a falar sobre conteúdo: a internet é terra de ninguém, onde nós encontramos conteúdos de A a Z, de qualidade ou não, verídicos ou não. E cabe a nós filtrar as informações e, também, buscar influenciadores que mais nos identificamos e não mudar o que somos para ser igual à pessoa tal. Ou seja, tem pra todos os gostos!

E você está gerando conteúdo ou apenas existindo na internet? Tem pra todo mundo também! Os que estão preocupados em passar informação de qualidade e os que estão apenas existindo, com um feed perfeito no instagram, fotos editadas e loucos por seguidores. Pra gerar conteúdo, ninguém precisa ser influenciador ou coisa do tipo, mas compartilhar informações de qualidade e o mais importante: reais.

Então fica a reflexão: quem é você na internet? Você se deixa ser influenciado por pessoas reais, como você? E qual o tipo de informação você tem passado? Lembre-se: você também é um influenciador. Na sua casa, com sua família, na escola ou faculdade com seus amigos e, também, na vida. Pode ser que não saiba disso, mas da mesma forma

que alguém passa por você na rua e te influencia de alguma forma, você também pode fazer o mesmo.


Camila Kneipp é co-fundadora do site de mídia e pessoas extraordinarias.net.br e criação de conteúdos e projetos. siga a Camila no Instagram!


Clique na Imagem acima e acesse a loja virtual da Bodoque!


Galeria

Apoie pautas identitárias. Em tempos de cólera, amar é um ato revolucionário.

Deixe uma resposta