Viajantes

Os viajantes passam e, às vezes, ficam, se encontram um amor, um amigo, um sentido.

Carregam costumes, sabores, desamores. Trocam sentimentos e deixam saudade.

No percurso, o mais interessante é o desconhecido, uma paisagem, uma pessoa, uma história.

Eles descobrem e são descobertos.

A chegada é sem data, porque a busca é eterna.


Augusto Medeiros é jornalista com 15 anos de experiência em reportagem para televisão. Roteirista, escritor, gerente de projetos e apresentador de eventos e telejornais.


Gostou da revista? Cadastre-se e receba por e-mail as novas edições da Trama!

Superar a pobreza não é uma tarefa de caridade, é um ato de justiça. Como a escravidão e o apartheid, a pobreza não é natural. É feito pelo homem e pode ser superado e erradicado pelas ações dos seres humanos. Às vezes, cai em uma geração para ser grande. VOCÊ pode ser essa grande geração. Deixe sua grandeza florescer. Nelson Mandela

Deixe uma resposta